Amigo! Se te conto estas coisas, é porque ao longo dos tempos fostes merecedor da minha confiança E tenho que colocar para fora o que me aperta o peito Como tu bem sabes, eu aprendi a cair e me levantar sem ter ninguém para dar a mão Andava de pé de chão na geada sem