Category Archives: Crônicas

Sonrisal, farofa e verde: A crônica do asfalto de Pelotas

Carlos Drummond de Andrade certa vez relatou o nascimento de uma flor entre as calçadas de concreto em uma grande cidade. A flor representava a resistência contra a dureza e mesmice dos centros urbanos, num país que cada vez mais … Continue reading

Posted in Crônicas | Leave a comment